Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| June 26, 2017

Scroll to top

Top

SAWAMU - O DEMOLIDOR

sawa1Exibido pela última vez no Brasil em 1982, nas tardes da Rede Record, onde dividia espaço com Fantomas, Menino Biônico e outros, Sawamu – O Demolidor, deixou saudosa uma geração inteira. Isso se tratando de um personagem simples, sem super-poderes, naves espaciais nem robôs gigantes, mas que compartilhava com o público o sentimento de busca pela auto superação (o que, na verdade, é a alma dos animês e mangás esportivos).

Originalmente batizado de Kick no Oni, ou Demônio do Chute (Sawamu, também conhecido por Sawamur, é uma adaptação do nome do protagonista, Tadashi SAWAMURA), o desenho estreou em 1970, produzido pela Toei Animation. Foram 26 episódios divididos em duas etapas, ambas baseadas na vida do lendário lutador japonês Tadashi Sawamura, uma celebridade do Kickboxing Japonês, consagrado nos anos de 1960.

 

 

O mangá foi publicado entre 1969 (primeira fase) e 1971 (segunda fase) na revista Shonen Gaho, uma das principais publicações para garotos antes da geração Shonen Jump. Posteriormente, os quadrinhos foram compilados em diversos formatos e por várias editoras, o que sempre manteve o título atual e acessível ao público japonês.

 

 

sawa5O anime, que apesar de alcançar um ibope de 20%, foi encerrado com poucos episódios, entregou o horário para a série O Regresso de Ultraman, outro grande sucesso exibido no Brasil. Existe, inclusive, uma ligação entre as séries. Tadashi Sawamura em pessoa fez uma memorável participação em um dos episódios da série, em que aparecia treinando com Hideki Goh, o Ultraman Jack.

 

A ESTRADA DE UM CAMPEÃO

Nossa história começa com Sawamu no ringue, enfrentando um forte adversário, numa difícil luta. Após o confronto, somos remetidos ao passado através das lembranças de Sawamu sobre sua trajetória até chegar àquele momento. Apesar de ser um mestre do Karate, ele era um lutador bastante arrogante, que se considerava invencível. Um dia, o lutador foi afrontado pelo empresário de boxe Noguchi, que pôs à prova a sua superioridade no caratê. O empresário conhecia várias modalidades de artes marciais, seus pontos fortes e fracos, além ter experiência em lidar com a personalidade forte de vários lutadores. Ele guardava um grande fascínio pelo Muay Thai (conhecido como “boxe tailandês”), modalidade pela qual se apaixonara quando foi promover um torneio na Tailândia.

 

Ele via em Sawamu uma pessoa perfeita para representar e difundir tal arte marcial no Japão. Mas, a princípio, o empresário não conseguiu mostrar ao carateca a vantagem do Muay Thai. Este rápido primeiro encontro entre os dois deixa Sawamu com a pulga atrás da orelha. Dias depois, Noguchi encontra Sawamu novamente, e propõe uma luta entre ele e um lutador de Muay Thai. O arrogante lutador derrota facilmente o oponente e, mais uma vez, comemora a superioridade do caratê , mas mal ele sabia que o lutador de Muay Thai era da classe amador e não profissional.

Uma nova luta é agendada, desta vez contra um oponente do mesmo nível que o protagonista, chamado Soman. Surpreendendo a todos, Sawamu é derrotado e humilhado perante seu grande público e acaba sendo hospitalizado. Noguchi volta a propor que Sawamu adote o Muay Thai e, finalmente, recebe a resposta afirmativa do ex-carateca. Tendo tomado essa decisão, Sawamu passa a ser visto como um traidor do caratê, principalmente por Shibata, seu melhor amigo e principal admirador.

Um árduo treinamento, que incluía subir montanhas, chutar árvores e cachoeiras, tem início. Passado algum tempo, Sawamu retorna aos ringues, só que sem a sua tradicional prepotência. Porém, nosso lutador não conhecia o maior dos problemas que viria a enfrentar: o preconceito contra o seu estilo desconhecido de luta e a pouca credibilidade do seu nome após aquela grande derrota.

 

A saída encontrada por Noguchi foi a de rebatizar o Muay Thai com o nome Kickboxing para emplacá-lo no Japão. Depois que Sawamu derrota alguns lutadores tailandeses com um chute aéreo, fica decidido que o nome do estilo seria Kickboxing (uma tradução literal brasileira para Chute Boxe). Um dos momentos mais nostálgicos da série mostra Noguchi e Sawamu correndo e repetindo “Chute Boxe”.

 

Começa então a batalha para a volta de Sawamu ao topo. Para isso, ele passa a ser treinado sob orientação do técnico Endo, que luta fora dos ringues em busca de patrocínio e de alguém que acredite naquele estilo recém criado.

Após muitas frustrações, Noguchi encontrou Ibuki, que acabou indo assistir a um treino de Sawamu. Ibuki não hesitou em levar seu chefe, que convenceu a emissora de TV em que trabalhava (a TBS) a transmitir a luta.

Mas o que seria uma luta revanche mudou de rumo quando Soman foi derrotado por um lutador chamado Switton em apenas um assalto, e se aposentou. No dia do confronto, apesar de apanhar muito de Switton, Sawamu sai vitorioso. O autor do Chute Boxe passa a vencer os combates consecutivamente. Quando subiu ao ringue contra Bokotton – o Homem de Ferro, Sawamu criou o seu maior golpe, o Salto no Vácuo com Joelhada.

 

Com o intuito de desmistificar alguns boatos que desacreditavam Sawamu e seu estilo, seu empresário decide organizar uma luta na Tailândia, terra natal da técnica. Lá, ele enfrenta Ponshai Sheriakan – O Lagarto de Fogo, um lutador lendário e ardiloso, cuja luta contra Sawamu rende um empate.

 

Esta série Sawamu ainda guarda saudades a todos os apreciadores de artes marciais, não perdiam um só capítulo.

Esta série também divulgou de uma maneira indireta o Kickboxing e o Muay Thai e também mostra o nascimento do Kickboxing japonês.

 

 

 

Veja a abertura da Série “Sawamu – O Demolidor”


Na verdade a série é baseada em fatos reais, com o lutador chamado Tadashi Sawamura. Tendo sua origem no Karate ele desafiou o Boxe Thai, perdendo uma das batalhas. Posteriormente se engajou em treinar arduamente o Muay Thai, vencendo inúmeros tailandeses e ajudou a difundir o Kickboxing Japonês. É uma lenda vida no Japão.