Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| May 23, 2017

Scroll to top

Top

História Kickboxing

  •  

    NASCIMENTO DO KICKBOXING

    Nos anos 60 os primeiros Thai Boxers aportam no Japão. A Tailândia era um País desconhecido, e sua arte o Muay Thai era uma arte enigmática e pouco conhecida . Muitos japoneses acreditam que sua arte – o Karate era refinada, técnica, habilidosa, de poder e superior as outras artes marciais asiáticas.

    Os primeiros desafios entre Karate X Muay Thai foram televisionados ao vivo para todo o Japão. Milhões de telespectadores , puderam ver a fama dos karatecas em quebrar tijolos , tábuas , pedras e gelo com as mãos e pés, com suas faixas pretas nas cinturas . Do lado oposto estavam lutadores Thai , com seus shorts castigados de treinos , com o peculiar Mongkon na cabeça e Kru Rang nos braços. Essa foi a primeira vez que o termo Kickboxing foi utilizado, pois ninguém sabia o que era Muay Tha , e sua pronúncia difícil e modo peculiar da arte, o fez o uso do termo de Kickboxing , que traduzindo seria CHUTE BOXE .

    A palavra criada da língua inglesa descrevia ao público japonês, uma luta combinada de boxe com chutes, joelhos e cotovelos.

    Então os poderosos karatecas japoneses foram derrotados um a um, frente ao tailandês. Isso deixou uma decepção muito grande na comunidade Karateísta, e outros confrontos foram realizados. Mais de uma vez a equipe japonesa foram derrotados frente aos poderosos Thai Boxers.
    Isso levou uma reflexão muito grande no Japão e fizeram com que os japoneses importassem técnicos e atletas tailandeses para aperfeiçoa-los na arte do Muay Thai. Os japoneses foram determinados em melhorar seu nível de seus competidores, inclusive mandando a Tailândia lutadores para aprender a arte marcial tailandesa.
    Um destes lutadores era Kenji Kurosaki, que apesar de ser derrotado várias vezes, continuou persistindo no seu objetivo de alcançar os padrões tailandeses da luta em especial nos estádios de Bangkok.
    Ele estava determinado com que seu nome repercutisse, para ele ser um instrutor respeitável na arte do Muay Thai. Kenji Kurosaki foi o primeiro estrangeiro a lutar nos ringues da Tailândia, a vencer e ser reconhecido.
    Kenji Kurosaki ajudou a desenvolver o Kickboxing Japonês com valores agregados das artes: Karate Kyokushinkaikan e Muay Thai.

    Abriu sua Academia chamando-a de Mejiro Gym, que era uma mescla do estilo tradicional do Karate Kyokushinkaikan, com a arte peculiar do Muay Thai, assim criando o Kickboxing.

    Na Tailândia , quando estava aprendendo a arte do Muay Thai , conseguiu um nível superior de 126 lutas, recebendo o título de Rachardeman. Ele competiu nos estádios de Bangkok, principalmente no Lupini.

    Graças ao seu trabalho, hoje o Japão é um dos países emergentes, e de grandes lutadores de Muay Thai. Ele foi o percussor do Thai no Japão e de abrir fronteiras para que atletas japoneses fossem estagiar na Tailândia.

    KENJI KUROSAKI

    Kenji Kurosaki nasceu em uma família de artista marciais, no dia 15 de março de 1930 em Tóquio – Japão.

    Aos 21 anos , em 1951 começou a treinar Karate Goju Ryu sob a tutela do Sensei Gogen Yamaguchi. Em 1953 conhece o Mestre Masutatsu Oyama e decide treinar este forte estilo de Karate de Contato, o Kyokushinkaikan. Neste tempo Mestre Masutatsu Oyama era considerado um dos grandes lutadores do Japão.

    Estudou o estilo Kyokushinkaikan com afinco, e com isso tornou-se um dos braços direito do Mestre Masutatsu Oyama e um grande lutador também.
    Em 1966, devido aos vários problemas políticos com o Mestre Masutatsu Oyama e o fato que não estar feliz sobre o real sentido do Karate Kyokushinkaikan, decide-se afastar do estilo e do Mestre Masutatsu Oyama.
    Ele criou sua própria escola em Tóquio chamando-a de Mejiro Dojo (agora se chama Kurosaki Dojo), que se converteu rapidamente num dos Dojos, mas famosos do Japão.

    No ano de 1967, Kenji Kurosaki viaja pela primeira vez à Tailândia, intrigado por tudo que havia escutado sobre esta arte marcial, desconhecido, perigoso, chamado de Muay Thai. Foi à cidade de Bangkok para investigar tudo o que estava relacionado com essa arte. Começou a treinar com os mestres tailandeses e a provar a sua capacidade física e mental, a concentração dos treinamentos do Karate Kyokushinkaikan.

    Kenji Kurosaki, logo após um tempo de treinamento decide participar das competições de Muay Thai, convertendo-se o primeiro lutador não tailandês a subir nos ringues da Tailândia e a enfrentar os temidos lutadores Thai. Foi assim que um dos melhores lutadores de Karate do Japão caía sendo derrotado por nocaute, no primeiro round. Foi uma grande decepção para um dos mais refinados Karatecas da época.

    Ele decide voltar a Tóquio – Japão, e a treinar seus alunos nessa arte, voltando um tempo depois com uma equipe japonesa. Outra grande surpresa foi que ao final dos combates, todos os lutadores japoneses foram derrotados, causando uma profunda humilhação.
    Então Kenji Kurosaki decide viver um tempo em Bangkok, treinando na escola de Naront Siri e de seu filho PAK. Kenji Kurosaki apesar de ser derrotado repetidamente, continuou persistindo em sua meta de alcançar os requerimentos e conhecimentos ao redor de Bangkok, para levar seu nome no mais alto escalão e ser considerado um Mestre.

    Começou então a provar nos ringues, mais precisamente nos Estádio Lupini e do Estádio Raia. No momento em que encerrou sua carreira como lutador de Muay Thai, havia lutado 126 vezes, ganhando o título de Rachaderman.

    Kenji Kurosaki voltou ao Japão, para a sua Academia, trazendo junto com ele o jovem lutador chamado PAK, para que desse prosseguimento ao aprendizado do Muay thai. Nesta época nasceria uma das Artes Marciais mais praticados hoje em dia, que se chamaria Kickboxing, uma versão suavizada do Muay Thai; mescla do Karate Kyokushinkaikan e Muay Thai.

    Criou-se então esta arte com as mesmas saudações e a mesma disciplina do Karate e do Muay Thai, assim como também a primeira Associação de Kickboxing, sem saber a repercussão que esta arte adquiriria através dos anos e no mundo inteiro.

    Hoje em dia, vemos o desvirtuamento do Kickboxing como Arte Marcial e que poucos conhecem ou tem a idéia de como surgiu e como foi criado, nem bem realmente sabem quem foi o seu fundador.

    Por isso esta página é dedicada ao Mestre Kenji Kurosaki, que foi o idealizador do Kickboxing e hoje eu José Koei Nagata sigo o seu caminho voltando às origens e criando o Thai-Kickboxing Kyokushinkaikan .

  • O QUE É O KICKBOXING KYOKUSHINKAIKAN

    O Kickboxing Kyokushinkaikan é, sobretudo uma Arte Marcial que põe à prova o caráter, a personalidade, a alma e o organismo de quem o pratica; fazendo com que uma luta interna exista com o praticante, levando a desafiar e vencer a si mesmo.
    O Kickboxing Kyokushinkaikan é uma arte marcial, criada e desenvolvida aqui no Brasil. É uma união do tradicional estilo Kyokushinkaikan com o moderno sistema de treinamentos e de lutas de contato.
    A luta é pelo sistema Thai Boxing, ou seja, boxe inglês, chutes do Kyokushinkaikan, clinches, além do uso de joelhadas e cotoveladas. No Kickboxing Kyokushinkaikan também treinamos a cotovelada que é válido nas lutas profissionais.

    O QUE FOI CRIADO ENTÃO?
    O pensamento do Kyokushinkaikan em superar os obstáculos, a filosofia, a doutrina, o respeito e os métodos de treinamentos.
    Foram criadas técnicas específicas para cada faixa (graduação) para o desenvolvimento do atleta! Com isso o Kickboxing tornou-se técnico, pois grande parte das federações solicitavam nos exames de graduação o combate, round de resistências (pular corda, bate saco, flexões, abdominais, etc) não tinha uma parte técnica específica e muito menos filosofias e disciplinas. Com isso aliamos a parte técnica com a física, a sabedoria com a arte , a disciplina com o respeito, a dedicação com os torneios e a superação com o espírito Kyokushinkaikan.

    Usamos o moderno sistema de manoplas: apara socos, apara chutes, raquetes, Robocop, escudos, etc. para os treinamentos de força, velocidade e impacto de golpes. Treinamentos frente ao companheiro, onde a aplicabilidade da técnica tem que ser a eficiência comprovada.
    Tendo sua base num trabalho rigoroso de concentração e orientação espiritual, é certo que uma grande força física e poder mental também são obtido, e desta forma rápidos resultados são conquistados em curto espaço de tempo.

    A filosofia do Kickboxing Kyokushinkaikan evidencia-se: Respeito, Dedicação, Humildade, Responsabilidade, Harmonia, Sabedoria, Justiça e Confiança. O praticante de Kickboxing Kyokushinkaikan tem um adestramento por excelência, um guia seguro para o fortalecimento do caráter e um conjunto de preceitos físicos e higiênicos que acompanharão o praticante pelo resto de sua vida.
    O Corpo e a Mente em equilíbrio trazem o verdadeiro comando da razão. E esta razão será empregada quando da necessidade ou a em face de perigos.
    O homem fraco é um deficiente. Só um homem de boa saúde física e espiritual poderá ser forte o bastante para ser um bom líder, e um bom administrador. Pode ser dito, portanto, que o verdadeiro propósito do Kickboxing Kyokushinkaikan é treinar de tal forma que possibilite ao praticante, viver de maneira agradável e digna, sem criar problemas aos outros, sem temer o forte e o poderoso, sem se humilhar ante homem de influência e sem se tornar cego pelas riquezas terrestres.
    É tanto um método de Defesa Pessoal como um método de ataque e um ótimo condicionador físico, além de técnicas de combates.

    O nome KYOKU em japonês quer dizer: aprofundar, SHIN em japonês quer dizer: verdade e KAIKAN quer dizer: Organização, ou de forma organizada. Então KYOKUSHINKAIKAN, quer dizer: A Organização ou escola, que se aprofunda na verdade, ou então: A Organização que vai de encontro à essência da verdade. Na realidade a Organização só direciona o praticante para o verdadeiro caminho da verdade, ou seja, através de seus métodos de treinamentos o aluno começa a descobrir a real potencialidade do seu treinamento técnico, físico e espiritual.

    QUAL A DIFERENÇA ENTRE O MUAY THAI E O KICKBOXING KYOKUSHINKAIKAN?

    São diferentes métodos e filosofias de treinamentos. O Muay Thai é uma arte milenar e peculiar de luta, tudo é voltado para o treinamento de combate e de sobrevivência no Ringue. Para aqueles que pretendem literalmente sobreviver de lutas esse é o ideal treinamento. Muito treinamento físico, resistência, calejamento, clinche e técnicas de combates.

    Nos combates de Muay Thai Tradicional, além do uso dos punhos, joelhos, chutes, é usado ainda o cotovelo. Na Tailândia existem bolsa de apostas para ver quem vai dar a primeira cotovelada e em qual round o adversário vai a nocaute. Lá eles treinam para sobreviver da miséria, pois com as bolsas em dinheiro poderá sustentar os seus familiares.
    No Kickboxing Kyokushinkaikan usamos o mesmo método do Muay Thai, com englobamento de parte técnicas específicas. No Kickboxing Kyokushinkaikan uma plasticidade diferente do Muay Thai mas a eficiência é a mesma. Trabalhamos também os chutes como o cobertura com o calcanhar, o giratório com o calcanhar, circular descendente, gancho, chute saltando para trás, o uso da costa da mão, entre outros.

    Nos combates, o sistema é idêntico ao Muay Thai, com uso de clinche, socos, chutes, joelhadas. Para atletas profissionais também fazemos uso de cotoveladas.
    O Muay Thai tem as regras específicas como Ram Muay, Mong Kol, Wai Kru, etc., no Kickboxing Kyokushinkaikan temos filosofias, cumprimentos OSS, e disciplina austera do estilo Kyokushinkaikan.
    Os métodos são equivalentes, pois um complementa o outro. O Muay Thai executa muita repetição até chegar ao extremo, no Kickboxing Kyokushinkaikan também.

    O Kickboxing Kyokushinkaikan usa dois sistemas de graduação, ou seja, um pelo sistema de graduação por faixa e com uso de Kimono (Calça comprida e blusão), e o outro pelo sistema de Prajied, e com uso de Shorts Thai e Camiseta. Quando ele chegar a graduação de faixa preta, ou de Prajied Preto, ele é considerado instrutor e poderá ministrar aulas.
    Portanto Kickboxing Kyokushinkaikan e o Muay Thai andam sempre juntos. Metodologias, treinamentos, técnicas e filosofias difere estas duas modalidades desportivas marciais.

    Podemos dizer que o Kickboxing Kyokushinkaikan, além de técnico tem a filosofia e orientação oriental, disciplina, respeito e sobretudo filosofia.
    Podemos afirmar então que o Kickboxing Kyokushinkaikan é uma ótima fusão da disciplina da arte Kyokushinkaikan, com o melhor sistema de combate o Muay Thai.
    Para muitos o Kickboxing Kyokushinkaikan, é uma disciplina secular pois aprende-se a ter noção de combate, assim como uma filosofia de vida e conselhos para a vida diária, assim como uma melhora na qualidade de vida.

    O Kickboxing Kyokushinkaikan é respeitado e admirado pela sua perseverança (espírito do OSU!), e no que se refere a reconhecimento por parte das entidades administradoras do esporte, ela está filiada a diferentes orgãos nacionais e internacionais.

    Hoje os nossos campeões de Kickboxing Kyokushinkaikan compete nos maiores eventos do Brasil e inclusive no exterior, onde o nosso “Brazilian Samurai” Danilo Zanolini compete nos ringues do Japão no Heat, no K-1 Max, Rise e ISKA. Danilo é formado pelo Mestre Nagata.

    Portanto o Kickboxing Kyokushinkaikan tem tudo para se desenvolver e chegar em todos os patamares, cada você treinar e analisar o nosso sistema, pois já é comprovadamente aceito por milhares de professores e filiais no Brasil inteiro.

    Venho você também conhecer o nosso sistema e fazer parte desta grande família Kyokushinkaikan!