Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| February 23, 2018

Scroll to top

Top

KUSARI

Conhecido como Manhiri Kusari ou Kusari Fundo, essa arma é uma corrente lastreada com pesos nas duas pontas que funciona como artefato de amarração, esmagamento ou estrangulamento de membros ou pescoço.

Na Idade Medieval acreditava-se que o Kusari Fundo poderia produzir em sua habilidade técnica a força de mil homens. Sendo assim, era muito utilizado nos ataques e defesas tanto à curta como à longa distância.

 

Existem basicamente a pratica de três tipos de Kusari: curto, médio e longo.

Muitas teorias foram desenvolvidas a partir de um único princípio, não estabelecendo uma escola como única detentora das técnicas verdadeiras.

O Kusari feito de aço apareceu na dimensão do Bujutsu como a primeira arma japonesa.

 

Sua aplicação de combate, mesmo sozinha ou combinada com outras armas, aparenta ser muito antiga. Na verdade, ela parece ter sido o elo entre vários tamanhos e pólos de várias lendas como a do nage-gama.

 

 

Alguns autores acreditam que ela foi largamente usada na defesa de castelos. Outros visualizam que o Kusari também é utilizado com a conexão com Kama – foice de várias espessuras.

 

 

A arma usualmente possui uma porção de ferro muito utilizada para a proteção das mãos.

Armas deste tipo se tornaram conhecidas como Kusari-gama e seu propósito primário era paralisar a espada do oponente ou lançar sua corrente em direção ao inimigo enquanto sua outra extremidade ficava livre para operações mortais.

 

Um dos especialistas em Kusari-gama foi Yamada Shinryukan, que venceu muitos espadachins com sua corrente e foice antes de encontrar a morte nas mãos de Araki Mataemon, um espadachim que prendeu Shinryukan em uma estaca de bambu.