Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| May 29, 2017

Scroll to top

Top

SHIHAN KOJEM NAGATA

SHIHAN KOJEM NAGATA – Nascimento 26/06/1938 / Falecimento 13/06/2006

Escrito por José Koei Nagata, em 24 de Julho de 2016 em Sorocaba/SP

Kojem1 001Kojem Nagata nasceu na cidade de Santos/SP- Brasil, filho de imigrantes Japoneses (Okinawanos), sendo seu pai Koei Nagata e sua mãe Kame Nagata. Teve um infância pobre e sofrida, onde o pai Koei Nagtata, trabalhava como estivador no porto de Santos e sua mãe Kame Nagata, vendia frutas e verduras de porta em porta. Aos 06 anos a família mudou-se para Sorocaba /SP.

Kojem10 001Teve uma adolescência trabalhadora como todo imigrante, e começou a encantar-se com as artes marciais vindo a praticar o Judô Kodokan onde se formou Faixa Preta, Boxe e somente aos 42 anos, em 1977 descobriu o Karate Kyokushinkaikan. Numa demonstração realizada pelo Shihan Mayuki Mizukoshi na ACM de Sorocaba, onde viu o espantoso poder do Karate Kyokushinkaikan, onde Shihan Mizukoshi fez tameshiwari (quebramentos), Kihon e Kata.

 

Kojem11 001

Os primeiros contatos com o Karate Kyokushinkaikan foi com o Shihan Mayuki Mizukoshi 4º Dan, recém chegado do Japão e designado para comandar a filial na cidade. Shihan Mayuki Mizukoshi fez demonstração de Karate Kyokushinkaikan para divulgar a nova modalidade na cidade e isso o impressionou bastante pelo vigor de golpes de mãos e pés. além dos quebramentos.

 

 

Kojem9 001Shihan Mayuki Mizukoshi ensinou até então o “senhor” Kojem Nagata nos caminhos do Kyokushinkaikan Karate, porque Kojem Nagata, já tinha uma idade avançada, mas isso não o impediu de aprender o Karate Japonês. Com ele conseguiu e desenvolveu plenamente a “A Arte das Mãos Vazias”, chegando até a Faixa Marrom em 1979. Após a conquista da Faixa Marrom, Shihan Mizukoshi determina a Kojem Nagata a incumbência de ministrar as aulas de Karate Kyokushinkaikan aos Sábados, pois Shihan Mizukoshi tinha outras tarefas alheias. Senpai Kojem Nagata, assim começa a ter confiança ante a Shihan Mayuki Mizukoshi.

 

Kojem12 001Nesta época o Senpai (ajudante de instrutor) Kojem Nagata, já era o braço direito de Shihan Mizukoshi, inclusive o acompanhava em todos os treinamentos e reuniões, campeonatos, etc.

Quando Shihan Mayuki Mizukoshi decidiu ampliar o Karate Kyokushinkaikan, passou para um local maior consultou-o. Sem hesitar Senpai Kojem Nagata concordou em ser o avalista numa locação de salão, onde a filial teve que mudar de endereço e não mediu esforços na difusão do Karate Kyokushinkaikan, isso em 1981.

Kojem15 001Na inauguração na nova Academia de Karate Oyama Kyokushinkaikan, em 1981, houve uma competição de resistência física. Todos estavam enfileirados e a competição consistia em fazer agachamentos, e Shihan Mizukoshi falou que somente iria premiar quem conseguisse acima de 1.000 agachamentos. Ele era um dos primeiros da fila e aos poucos foram caindo e saindo da fila aqueles que não aguentavam. Após terem completados os 1.000 agachamentos, ele não reparou que ao final da fila, ao fundo da academia tinha outro competidor que estava no páreo da disputa, mesmo tendo completado 1.100 agachamentos ficou com a medalha de prata, sendo o outro aluno conseguido 1.110. Neste mesmo dia, ele iria conseguir mais uma medalha de prata na posição de flexão de braço, onde ganhava quem conseguia manter-se por mais tempo.

Kojem4 001Seu filho José Koei Nagata, na época faixa azul, ganhou a medalha de ouro na categoria Tobi Yoko Geri, saltando 1.20 metros de altura.

No Campeonato Brasileiro de 1981, numa demonstração de Karate Kyokushinkaikan, Shihan Mayuki Mizukoshi ao tentar quebrar 05 barras de gelo com Shuto (faca da mão), consegue realizar o quebramento, mas acaba trincado o osso do braço.

Kojem2 001

Ao final de 1981 Senpai Kojem Nagata, prestou o Exame de Faixa Preta, mas com S. Isobe e este não permitiu que ele passasse.

Porque queria que o outro faixa marrom na época passasse e assumisse a Academia de Karate Oyama de Sorocaba. Assim, Sempai Agenor Oliva de Moraes, Faixa Preta 1º Dan com 70 anos de idade realizou o Exame de Faixa Preta e conseguiu passar.

 

Kojem3 001Assim Sensei Agenor Oliva de Moraes, assume o comando da Academia de Karate Oyama Kyokushinkaikan de Sorocaba. Como Sensei Agenor era um senhor de 70 anos de idade já não conseguiu ter a emoção e dinamismo que um praticante de Kyokushinkaikan necessitaria. Então perdeu-se muitos alunos, porque sua aula era monótona e sem dinamismo. Também cortou aos aulas de sábado onde Senpai Kojem Nagata, ministrava aula. Mudou a fechadura da porte, e posteriormente mudou-se para um salão menos e afastado do centro.

Neste meio tempo, Senpai Kojem Nagata e outros graduados na época, ficaram sem treinar ou as vezes se reuniam num clube, onde relembravam as técnicas.

 

Kojem13Cansado com os andamentos do Kyokushin em Sorocaba/SP até foi conversar com S. Isobe, porém sem solução.

Então, Sempai Kojem Nagata decide procurar pelo Shihan Eisho Nakaza (faixa preta 4º Dan de Kyokushinkaikan, formado pelo Grande Mestre Masutatsu Oyama), onde teria que vir a treinar em Santo André/SP. Após muitas viagens a Santo André/SP, Sempai Kojem Nagata treina arduamente e consegue conquistar a Faixa Preta 1º Dan.

Kojem16 001

Então em 25 de Julho de 1982, em Sorocaba/SP, abre a Academia de Karate Oyama Kyokushinkaikan, vinculado ao Shihan Eisho Nakaza. À partir daí começa a divulgar o Karate Kyokushinkaikan, tendo muitas filiais em Sorocaba, Itapetininga e Boituva.

Kojem5 001

Acompanhava sempre Shihan Eisho Nakaza em Torneios, à qual era árbitro central e lateral, e muitas vezes viajou a diversos estados brasileiros divulgando o Karate Kyokushinkaikan. Sempre dinâmico e prestativo, auxiliou no que pode para o crescimento do Karate Kyokushinkaikan.

Neste meio tempo conseguiu o 2º e 3º Dan e também formou-se em Bacharel em Direito e em Massoterapia .

Kojem17 001Em 1984 Shihan Eisho Nakaza teve que voltar ao Japão, e deixou o legado ao Sensei Kojem Nagata e ao Sensei Manuel Gomes da Silva a incumbência de continuar a crescer e fortificar o grupo no Brasil.

Com a ajuda de seu filho José Koei Nagata (formado em Educação Física), começou a dinamizar e expandir o Karate Kyokushinkaikan em todo o Brasil após a fundação da Confederação Brasileira de Kyokushinkaikan Karate, dando respaldo técnico, físico e jurídico aos filiados.

Sensei Kojem Nagata começa a trilhar o seu caminho e página no Kyokushinkaikan. Com a ausência do Shihan Eisho Nakaza, mas em conjunto com o Michio Misumi, Manuel Gomes, Sebastião Vila Nova, Moriyama, Ueno, Venceslau, nos demos conta que somos tão forte como outro grupo de Kyokushin e relizamos diversos Torneios em diferentes estados brasileiros.

 

Kojem6 001Em sua academia em Sorocaba/SP sempre estava supervisionando e lecionando, sendo suas aulas bem dinâmicas e pesadas.

Sua alegria em sempre transmitir os ensinamentos, cultivavam os alunos. E pela idade, demonstrava grandes qualidades técnicas dentro do Kyokushinkaikan Karate.

Kojem7 001Shihan Kojem Nagata foi o precursor em mostrar à diversas Federações de Karate Tradicionais o estilo Kyokushinkaikan, assim como realizar eventos abertos a diversos estilos de Karate de Contato.

Com esse dinamismo fez muitas amizades em diferentes federações de artes marciais e sempre esteva aberto a todos que o procuravam.

Em 1988, estava engajado em outra tarefa (massoterapia) e deixou seu legado ao seu filho José Koei Nagata, que continuou sua saga dentro do Kyokushinkaikan.

Kojem8 001

 

Pelo seu trabalho foi designado como Branch Chief do Brasil pela International Karate Organization Kyokushinkaikan, através do Kancho Yoshikazu Matsushima.

Em 13 de Junho de 2006 veio a falecer, pelo seu trabalho dentro do Kyokushinkaikan Karate, prestamos a devida homenagem ao Shihan Kojem Nagata.